ÚLTIMAS NOTÍCIAS


14/07/2017

Conta outra

Conta outra
O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que não houve irregularidades nas trocas realizadas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados antes da votação que rejeitou a denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.
Em entrevista à Rádio Gaúcha de Porto Alegre, Padilha disse que a troca de parlamentares foi promovida pelos partidos que fecharam questão contra a aceitação da denúncia.

O’xente
A Polícia Federal (PF) informou, em nota enviada no início da tarde de ontem (14), que a Superintendência da Bahia “não dispõe de sistema de monitoramento eletrônico de pessoas”, conhecido como tornozeleira eletrônica. Com isso, a prisão domiciliar do ex-ministro Geddel Vieira Lima não poderá ser monitorada pela Justiça.
A nota da PF ainda explica que o equipamento é de atribuição do sistema prisional federal ou do estado. No entanto, o órgão afirma a impossibilidade de cumprir a decisão da 10ª Vara Federal, em Brasília, que determina que, no prazo de 48 horas, a Superintendência da PF forneça a tornozeleira para uso de
Geddel. Coloca dois cocos nas pernas dele, o’xente!

No ventilador
Depois de ter rascunhado mais de cem anexos para o acordo de delação premiada que pretende fechar com a Operação Lava Jato, o ex-deputado Eduardo Cunha, enfim, entregou os resumos para a Procuradoria-Geral da República (PGR).
Segundo informações do jornal Valor Econômico, ele espera, agora, um posicionamento dos investigadores da força-tarefa. As revelações de Cunha devem envolver diretamente o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil) e o
senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Plutônio Pyongyang
É grande a probabilidade da Coreia do Norte ter avançado consideravelmente no seu estoque de plutônio para a produção de armas nucleares, segundo análise de um site dos Estados Unidos especializado em temas norte-coreanos.
Avaliações de imagens térmicas feitas por satélite pelo site 38 North mostram, de acordo com a publicação, que a produção de plutônio por Pyongyang cresceu no completo nuclear de Yongbyon, o principal do país, entre setembro do ano passado e junho deste ano.

Quadrilha
O empresário Eike Batista e seus advogados produziram ao menos oito anexos da sua proposta de delação premiada que será entregue ao Ministério Público Federal (MPF) no Rio, apurou o Estado/Broadcast. Neste momento, os principais nomes citados na colaboração de Eike são o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega.

Imprimir está pagina
« Voltar




Veja também

21/07/2017

Tucanada


20/07/2017

Violência contra a mulher


20/07/2017

Tá errado


18/07/2017

Lula X Moro


17/07/2017

Sem pressa


15/07/2017

Airbus A320


Com mais de 86 anos de tradição informando Araraquara e região!

SIGA-NOS

Copyright Jornal O imparcial 2016. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Jornal O imparcial Araraquara


by Webcaipira