ÚLTIMAS NOTÍCIAS


15/03/2017

Fora Temer!

Fora Temer!
O povo brasileiro parou ontem em várias capitais e cidades do interior para protestar contra a reforma da Previdência e pedindo a saída do presidente Michel Temer, e em Araraquara não foi diferente. Por volta de 1 mil pessoas protestaram nas ruas do Centro da cidade, na parte da manhã e no final da tarde, gritando palavras de ordem. Os manifestantes se concentraram na Praça de Santa Cruz e também em frente à prefeitura com cartazes que diziam “Fora Temer” e “Não a reforma da Previdência”.

Apoio total
A presidente da Fundart, Gabriela Palombo, comemorou a adesão da população araraquarense ao protesto que também contou com um grande número de servidores públicos. “Essa é uma causa que fica acima de disputas partidárias, pois a reforma afeta a todos os brasileiros, principalmente os trabalhadores. O povo tem que participar para a causa tomar força. Fiquei muito contente com a adesão dos araraquarenses em geral”, disse Gabriela.
Para o professor da rede pública estadual de ensino, Carlos Henrique Teixeira, os protestos devem ter apoio total da população, pois assim, os deputados acabam sendo forçados a rejeitarem as reformas ‘descabidas’ propostas por Temer. “Agora é a hora de o povo pressionar. Nós professores vamos fazer nossa parte”, disse Teixeira.

Desigualdade maior
O Brasil registra sua maior recessão econômica, que corroeu a economia em 7,4% nos últimos dois anos e desempregou 12,6 milhões de pessoas. Em 2016, foi registrado o primeiro aumento da disparidade da renda familiar per capita no País, depois de 22 anos de redução.
Segundo a FGV Social, o índice de Gini, que mede a desigualdade, chegou a 0,5229 no ano passado, alta de 1,6% em relação ao ano anterior; quanto mais perto de zero estiver, mais igual é a sociedade; com o resultado, o Brasil voltou três anos no tempo e anulou a redução da desigualdade registrada em 2014 e 2015; "Estamos andando para trás em justiça social", resumiu o diretor da FGV Social, Marcelo Neri.

Novo líder de governo
Na última terça-feira (14), o vereador Paulo Landim (PT) foi nomeado líder de governo na Câmara Municipal pelo prefeito Edinho Silva (PT). O principal papel do líder é promover uma interlocução mais próxima entre os poderes Legislativo e Executivo.

Mascarados
A manifestação contra a reforma da Previdência no Rio terminou em frente à Central do Brasil, no Centro, pouco depois das 19h dessa quarta-feira. No fim da marcha, um princípio de confusão assustou os manifestantes. Um grupo de mascarados que acompanhava o ato deste o início, carregando placas a favor da “tática Black Block”, começou a arruaça.
Houve disparo de bombas para controlar a confusão. As pessoas se dispersaram.

Imprimir está pagina
« Voltar




Veja também

25/04/2017

Esclarecimento


24/04/2017

Dilma sabia


19/04/2017

Arraiá


19/04/2017

Aumento?


17/04/2017

Bandeira dois


10/04/2017

Domingo sangrento


Com mais de 86 anos de tradição informando Araraquara e região!

SIGA-NOS

Copyright Jornal O imparcial 2016. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Jornal O imparcial Araraquara


by Webcaipira