ÚLTIMAS NOTÍCIAS


09/08/2017

Retido na fonte

Retido na fonte
O deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP), levou para o plenário da Câmara Federal, ontem (9), uma cobrança sobre a correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).
O parlamentar tucano cobrou o Ministério da Fazenda e a Receita Federal. “Faz um certo tempo que a tabela não é atualizada e quase que os brasileiros tiveram aumento no imposto de renda, fazendo com que o trabalhador deixe ainda mais dinheiro do que foi retido na fonte”, afirmou.

Temer vaiado
O presidente Michel Temer foi vaiado nessa quarta-feira (9) no auditório em que se realizava a cerimônia de abertura do Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex 2017), no Rio. Sem alterar seu semblante em meio a protestos por parte da plateia, Temer saiu sem dar entrevista a jornalistas, o que havia sido cogitado por assessores.

Parlamentares blindados
O novo relatório da reforma política apresentado nessa quarta-feira (9) pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP) tenta blindar os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), contra o avanço da Lava Jato.
Comissão especial da reforma política realiza desde o início da tarde dessa quarta-feira (9) sessão para votar o relatório de Cândido. Entre outros pontos, a ideia é criar um novo fundo público para bancar as eleições, de R$ 3,6 bilhões, e mudar o atual modelo eleitoral (proporcional) para o chamado ‘Distritão’ (são eleitos os mais votados).

Grana de montão
O empresário Adir Assad prestou depoimento ontem (9) no inquérito da Operação Irmandade, que apura desvio milionário nas obras de Angra 3 da Eletronuclear. Ele admitiu que "movimentou R$ 1,7 bilhão em propina, entre 2008 e 2011, por meio de contratos fictícios ou superfaturados com empreiteiras". O valor investigado na operação Irmandade é de cerca de R$ 300 milhões. A audiência foi acompanhada pela imprensa.

Sem dó
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, negou ontem (9) o pedido de soltura do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), João Vaccari Neto. A decisão foi tomada por unanimidade de votos da 8ª Turma, presidida pelo desembargador João Pedro Gebran Neto.

Imprimir está pagina
« Voltar




Veja também

21/08/2017

Selo 200 anos


19/08/2017

Propina teatral


18/08/2017

Quanto ganham?


17/08/2017

Saudades do PT


17/08/2017

Luto


16/08/2017

Todos honestos


Com mais de 86 anos de tradição informando Araraquara e região!

SIGA-NOS

Copyright Jornal O imparcial 2016. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Jornal O imparcial Araraquara


by Webcaipira